delicia de receita
 
Página Inicial Acompanhamentos Aves Bebidas e Coquetéis Biscoitos Bolos Carnes Congelados Doces e Sobremesas Docinhos Lanches e Sanduíches Massas Molhos e Cremes Pães Patês Peixes Pizzas Receitas Light Recheios e Coberturas Saladas Salgadinhos Sopas Sorvetes Tortas Doces Tortas Salgadas Vegetarianas   Envie sua ReceitaGanhadores DicasNutrição Entre em Contato  

 

 
   

Nutrição

 

Simone Medeiros Corrêa é nutricionista, formada pela Universidade Federal de Pelotas e atua na área nutricional desde 1998.

Possui especialização em administração da produção e nutrição clínica; aperfeiçoamento em vigilância sanitária pela Fiocruz e curso de extensão em nutrição funcional, fitoterapia e técnica dietética, capacitação em Nutrição e estética.

Atualmente trabalha em Blumenau e para os internautas do Delícia de Receita, trará informações importantes para uma boa alimentação e cuidados com o seu organismo.

 

 

 

Obesidade Infantil


A obesidade infantil cresce assustadoramente. No mundo, cerca de 22 milhões de crianças abaixo de 5 anos de idade estão acima do peso.
Não se precisa ir tão longe para ver um grande número de crianças obesas. Na porta das escolas, é possível observar o quanto a educação alimentar deve fazer parte da escola e da família. As crianças entram carregando alimentos ricos em gordura e açúcares, estimulados, muitas vezes, pelos pais. Muitas cantinas escolares ainda oferecem alimentos que favorecem o ganho de peso. A obesidade infantil traz junto consigo problemas, como depressão, transtornos emocionais, hipertensão, diabetes melito tipo II, dislipidemias e outros associados, tais como problemas ortopédicos, asma etc.
O que os pais compram no supermercado influencia de maneira direta e significativa nos hábitos alimentares de seus filhos. Se, dentro de casa, a refeição é rica em gordura e açúcares, será a esse tipo de dieta que a criança se adaptará.
Alterar os hábitos alimentares da criança requer, primeiramente, o comprometimento dos pais em alterarem os seus próprios hábitos. Nada adianta fazer a criança ingerir, à força, alimentos mais saudáveis, enquanto os pais se servem de frituras, doces, cremes e carnes gordas.
A saúde atual da criança interfere decisivamente no seu bem-estar na fase adulta, pois as doenças de ordem orgânica e emocional são resultado de todo um processo que inicia nos primeiros anos de vida. Por exemplo, uma criança que consome pouca água e fibras adquire constipação (intestino preso). Na fase adulta, o problema poderá progredir para hemorróidas, tumores, pólipos etc. A educação alimentar significa ensinar, mostrar e provar hábitos alimentares mais saudáveis e, também, muito saborosos.
Comece a mudança alimentar pela compra no supermercado. Já é um grande passo.

 

Veja artigos anteriores:

27/04/2009 - USO MODERADO DAS CASTANHAS
23/02/2009 - DICAS DE NUTRIÇÃO E EXERCÍCIOS FÍSICOS
01/02/2009 - EDUCAÇÃO ALIMENTAR PARA CRIANÇAS
06/01/2009 - ALIMENTAÇÃO ATUAL DO BRASILEIRO
09/12/2008 - LIPOSTABIL
27/11/2008 - Obesidade Infantil
23/11/2008 - Alimentos funcionais

 

 

 

OLÁ,

 


 
Documento sem título

| Contato | Política de Privacidade | Regulamento | Envie Sua receita | Dicas | Nutrição | Orkut | Parceiros | Denuncie |

Copyright© 2008 - www.deliciadereceita.com.br - Todos os direitos reservados (All Rights Reserved).
Delícia de Receita - Portal de culinária onde o internauta pode postar receitas, fotos e gerenciar comentários.